sábado, 13 julho 2024

Preço de carnes mais consumidas no Acre cai até 5,7%; picanha está mais barata

Preços da carne mostram pouca redução e seguem altos no Acre -  ac24horas.com - Notícias do Acre

Dos doze cortes de carne mais comercializados em Rio Branco, oito tiveram redução e quatro aumentaram em seus preços médios ao longo do mês de outubro.

Coxão duro, patinho, picanha, coxão mole, pá sem osso, pá com osso e agulha apresentaram queda no valor de comercialização, mas fígado, fraldinha, músculo e filé, entraram em novembro em alta.

O coxão duro liderou a alta com 7,3% de reajuste em um mês. Por outro lado, o fígado caiu 5,7%, a maior queda do grupo de cortes que registrou redução.

Os dados são do quinto boletim de conjuntura do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre.

Um mapa produzido em 2023 pelo Centro de Liderança Pública mostra que o consumo de carne bovina no Brasil é de 24,2 kg per capita, quase três vezes maior que a média mundial, 8,9 kg por pessoa ao ano. O CLP usou dados de 2022 da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO).

O estado do Amapá apareceu como líder no ranking de maior consumidor de carne bovina (30,5 kg por pessoa), seguido do Mato Grosso do Sul 29,4 kg e Acre 28,3 kg ao ano.

Ac24Horas

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO