sábado, 13 julho 2024

Prefeitura de Rio Branco capacita servidores que fazem abordagem social nas ruas da capital

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), realiza nos dias 18 e 19 de setembro, a capacitação dos servidores que atuam diretamente no Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas) e no Centro Pop, nas ruas de nossa cidade.

A formação iniciada nesta segunda-feira (18), visa requalificar e aprimorar o fluxo de atendimento dos profissionais do Seas, para assegurar proteção social às pessoas que se encontram em situação de violação de direitos, em vulnerabilidade social e que utilizam espaços públicos como forma de moradia ou sobrevivência.

Ivan: “Capacitações sempre são bem-vindas” (Foto: Evandro Derze)

Segundo o diretor de Assistência Social da SASDH, Ivan Ferreira, a qualificação possui dois momentos. O primeiro dia trata da parte teórica sobre o assunto e no segundo dia, as equipes realizam a parte prática e irão até alguns pontos da cidade com a abordagem social.

“Somos sabedores que capacitações sempre são bem-vindas por ser uma qualificação profissional e o município de Rio Branco, por meio da SASDH, não tem medido esforços. Ao longo de 2023, somente nos seis primeiros meses do ano, fizemos quase 500 atendimentos. Vale frisar que todos esses atendimentos possuem um encaminhamento, seja para o Conselho Tutelar, Ministério Público, por meio das promotorias especializadas e, dependendo da situação de vulnerabilidade, inserimos nos serviços socioassistenciais”.

Anderson: “Capacitação vai trazer conhecimento técnico” (Foto: Evandro Derze)

O curso é ministrado pelo técnico da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos (Seasd), Anderson Lima, habilitado pelo Governo Federal e atuante na área há 11 anos.

De acordo com o especialista é através do processo de busca ativa que o Seas e o Centro Pop identificam a incidência de trabalho infantil, violência, abuso, exploração sexual de crianças e adolescentes e outras, além da abordagem às pessoas em situação de rua.

“O Seas precisa realmente se especializar, por isso realmente a necessidade da capacitação com as equipes de abordagem e Creas para que o serviço seja eficiente na ponta. A capacitação vai fazer com que eles tenham conhecimento técnico para poder exercer com qualidade e eficiência os seus serviços”.

Diariamente as equipes técnicas, lideradas por uma assistente social, têm visitado pontos estratégicos para identificar nas ruas de Rio Branco, concentração de pessoas em situação de violação de direitos ou alta vulnerabilidade social.

Como atual coordenadora do Centro Pop, Liberdade Leão, destaca a importância dessa formação também estar sendo estendida para os servidores do Centro, tendo em vista que o objetivo geral é conseguir desencadear a saída dessas pessoas das ruas e promover o retorno familiar e comunitário, além do acesso à rede de serviços socioassistenciais e às demais políticas públicas.

“A equipe do Centro Pop e da Seas está vivendo um novo momento com essa capacitação porque são uma equipe guerreira que funciona 24 horas por dia, poucos sabem o funcionamento do Centro Pop, mas estamos nas ruas, nas esquinas verificando toda a situação”.

Assessoria de Comunicação

spot_img

Notícias relacionadas :

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO