terça-feira, 18 junho 2024 - 6:06
spot_img

Rio Acre sobe mais de dois metros em 24h e volta a se aproximar da cota de atenção

O nível do Rio Acre na capital acreana registrou um aumento de mais de dois metros em 24 horas e voltou a se aproximar da cota de atenção. Na medição das 6h deste domingo (18), o rio chegou a 9,86 metros. No sábado (17), a medição ficou em 7,74 metros, segundo a Defesa Civil de Rio Branco.

Com isso, o nível do rio voltou a ficar próximo da cota de atenção, que é de 10 metros. Em janeiro, o rio chegou a alcançar 11,92 metros e preocupou autoridades.

Apesar do aumento súbito, o rio fechou a primeira quinzena com o nível mais baixo dos últimos três anos. Em 2022, no dia 15 de fevereiro, o rio estava em pouco mais de 10 metros, e em 2023, marcou mais 11 metros. Apesar do índice menor na série histórica, o coordenador da Defesa Civil de Rio Branco, coronel Cláudio Falcão, alerta que o monitoramento continua e ainda é preciso atenção, pois há possibilidade de transbordamento.

“Lembrando a todos os acontecimentos dos últimos anos. Nós tivemos inundação sempre no mês de fevereiro e mês de março como aconteceu no ano passado em 2023”, disse em entrevista à Rede Amazônica Acre.

Ainda de acordo com dados da Defesa Civil, o mês de fevereiro já registrou 44% do volume de chuva esperado para o período, que é de 305 milímetros. Até este domingo, foram 135,6 milímetros de chuva marcados na capital acreana.

“Permaneceremos sempre atentos para poder atuar no momento certo, levando o socorro e a resposta a qualquer vitima que necessita do trabalho da Defesa Civil”, acrescentou Falcão.

Oscilações

De acordo com o coordenador do órgão, coronel Cláudio Falcão, foram registradas oscilações no rio nos últimos dias.

“A gente tem que observar a questão global. De onde chove, por onde chove e a quantidade. Nós tivemos decréscimo no rio Acre nos últimos dias, com exceção das últimas 24 horas, que tivemos uma elevação de quase um metro no rio Acre”, explica

Falcão ainda ressaltou que é necessário cautela por parte do órgão. “Nós temos o restante do mês de fevereiro todo pela frente e o mês de março também. Então a gente pode aumentar bastante essa cota, chegar aí no nível de cota de atenção, cota de alerta, bem rápido”, esclarece.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO