sexta-feira, 19 abril 2024 - 6:58
spot_img

Segurança Pública realiza 9ª edição do Curso Operacional Integrado

Para promover a capacitação e o desempenho das forças de segurança do Acre, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, por meio do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), realizou na manhã desta segunda-feira, 27, a 9ª Edição do Curso Operacional Integrado (COI), no Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública (Cieps), em Rio Branco.

Segurança Pública realiza 9ª Edição do Curso Operacional Integrado nesta segunda-feira, 27. Foto: Dhárcules Pinheiro/Ascom Sejusp

O curso, agora com duas turmas de 40 alunos, visa uniformizar práticas operacionais comuns das instituições que compõem o Sisp, apresentando formas de abordagem policial, armamento, munição e tiro, técnicas de uso de algema, sobrevivência policial e nivelamento técnico.

A 9ª edição conta com duas turmas de 40 alunos. Dhárcules Pinheiro/Ascom Sejusp

O secretário de Segurança Pública do Acre, coronel José Américo Gaia, destaca que o curso é uma capacitação continuada envolvendo as polícias Militar, Civil, Penal e Corpo de Bombeiros Militar. “A Segurança Pública se fortalece com a realização desse curso; o COI possibilita a integração e o nivelamento das instituições em defesa do estado”.

Secretário de Segurança Pública do Acre, coronel José Américo Gaia. Dhárcules Pinheiro/Ascom Sejusp

O coordenador-geral do COI, coronel Vandernilson da Silva, explica que, com essa turma, o curso vai atingir 411 alunos e é o último do ano. “Para o ano que vem, a ideia são dez edições, sendo duas em Rio Branco e oito no interior. A ideia para o ano que vem é atingir aproximadamente 800 profissionais capacitados com esse nivelamento técnico. Esse ano a meta era de 350 e chegamos a 411, então ultrapassamos a meta”.

Coordenador-geral do COI, coronel Vandernilson da Silva. Foto: Dhárcules Pinheiro/Ascom Sejusp

A policial civil da Delegacia de Repressão, Roubos e Extorsões (Decore), Andréa Salles, afirma que o curso é extremante importante para a integração de todos os procedimentos das forças de segurança, para que, quando necessário, seja aplicado de forma eficaz em combate à criminalidade. “Quando você está junto, na mesma instrução, passando pelas mesmas provas, isso normalmente une e esse vínculo que é criado no curso não termina”, diz.

A capacitação começa nesta segunda e vai até o dia 2 de dezembro, com carga de 60 horas-aulas.

Policial civil da Delegacia de Repressão, Roubos e Extorsões (Decore), Andréa Salles. Foto: Dhárcules Pinheiro/Ascom Sejusp

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO