sábado, 22 junho 2024
spot_img

Servidoras públicas são homenageadas pelo Tribunal de Justiça em galeria dedicada a mulheres

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) realizou uma cerimônia nesta quinta-feira, 21, para inaugurar, no Palácio da Justiça, no centro de Rio Branco, a galeria A Voz Cidadã Acreana, em que 18 mulheres notáveis são homenageadas, incluindo a capitã do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre (CBMAC), Francisca Fragoso dos Santos, e a radialista da Difusora Acreana, Nilda Dantas.

Capitã Francisca Fragoso dos Santos acompanhada do marido, capitão Dyego Vieira. Foto: cedida

A capitã Fragoso é um exemplo inspirador de pioneirismo, liderança e coragem. Sua dedicação e compromisso com o serviço público, especialmente na área de segurança e resgate, demonstram um profundo senso de dever para com a população, qualidades que fazem de sua atuação uma fonte de inspiração para outras mulheres.

Homenageadas na galeria A Voz Cidadã Acreana. Foto: cedida

“Fazer parte dessa galeria é um privilégio que nunca imaginei na vida; me encontro em meio a mulheres que são de grande relevância à sociedade; todas com certeza enfrentaram os desafios de serem pioneiras. O princípio foi e sempre será bastante difícil e desafiador, mas a vontade de vencer supera qualquer obstáculo”, ensina a capitã.

“Hoje me sinto feliz por poder servir à sociedade acreana e ter trilhado e ajustado o caminho para as que vieram após a primeira turma de bombeiras militares do Acre e para as que ainda virão. Eu me sinto honrada em representá-las, como a mais antiga”, acrescenta.

A homenagem reconhece e celebra o impacto da presença ativa das mulheres na sociedade. Foto: cedida

Já Nilda Dantas participou de concursos de calouros nos anos 60, acabou sendo contratada, aos 17 anos, como locutora da Rádio Novo Andirá, ensaiando seu primeiro passo no universo radialista. Na Rádio Difusora Acreana, Nilda Dantas atua desde 1972.

Jornalista, fotógrafa amadora, âncora de TV, atriz de teatro e intérprete de samba-enredo, também poeta e escritora, Nilda ocupa a cadeira 26 na Academia Acreana de Letras desde 2020. No rádio, criou uma atmosfera de intimidade com os ouvintes, oferecendo música, jornalismo, mandando recados bem-humorados e fazendo pedidos de utilidade pública.

Radialista Nilda Dantas, a “rainha do rádio”. Foto: Cleiton Lopes/ Secom

“Não dá pra dimensionar o significado desta homenagem. Sei que ao longo dos anos de profissão como comunicadora, me proporcionaram muitos desafios e formação para desempenhar meu papel de agente de comunicação para o qual eu me dispus como radialista responsável e só somou e aumentou minha consciência como cidadã que só quer dar o melhor de si nessa jornada da vida”, afirma a radialista.

A galeria “A Voz Cidadã Acreana” está localizada no Palácio da Justiça, no Centro de Rio Branco. Destacando as conquistas e contribuições notáveis das homenageadas, essas mulheres excepcionais deixaram um legado duradouro, desafiando estereótipos de gênero e abrindo caminho para uma sociedade mais inclusiva e equitativa.

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO