sábado, 25 maio 2024 - 2:27
spot_img

Com a esperança da visão recuperada é que mais três pacientes passam por transplante de córnea na Fundhacre

O transplante de córnea representa uma significativa esperança de recuperar a visão para aqueles que enfrentam problemas nesse órgão . Essa intervenção oftalmológica oferece a oportunidade de superar deficiências visuais, proporcionando aos pacientes a esperança de uma visão restaurada e uma melhoria substancial na qualidade de vida.

Com a esperança da visão recuperada é que mais três pacientes passam por transplante de córnea na Fundhacre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Nessa esperança três pacientes passaram pelo centro cirúrgico da Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), nesta sexta-feira, 12, para realizarem o procedimento de transplante de córnea. Os tecidos oculares são provenientes do Ceará, já os receptores José Ribamar, 64 anos, procedente de Cruzeiro do Sul-AC, Raimunda Leite, 79 anos, procedente de Porto Acre-AC, e ⁠Auricélio de Souza, 44 anos, também procedente de Rio Branco-AC.

Tecidos oculares são provenientes do Ceará, já os receptores são de Rio Branco e Porto Acre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

“Continuamos empenhados em promover a melhor assistência por meio do serviço de transplantes e proporcionar aos nossos pacientes que aguardam por essa intervenção, qualidade de vida. O governo do Acre e a gestão Fundhacre vem trabalhando assiduamente com esse objetivo”, destaca a coordenadora de transplantes, Valéria Monteiro.

Atendimento aos pacientes antes da internação. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Para viabilizar o processo de captação e de transplantes, é necessária a integração e envolvimento de uma equipe multidisciplinar, incluindo profissionais da Organização de Procura de Órgãos, vinculada à Central Estadual de Transplantes, com a coordenação da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), que viabiliza a distribuição e logística para a chegada do órgão.

“Esse processo de captação e toda logística é fundamental para que o órgão chegue de maneira célere e com total cuidado para ser repassado aos profissionais que estarão executando o transplante. A doação é fundamental para que possamos continuar salvando vidas”, ressalta a coordenadora da Central de Transplantes, Celiane Medeiros.

“É preciso todo um acompanhamento no pré e no pós operatório, que é essencial”, disse a médica oftalmologista, Natalia Moreno. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

A médica oftalmologista, especialista em transplantes de córnea, Natália Moreno, explica que existe toda uma logística de acompanhamento antes de chegar no transplante. “Diante de todos os problemas oftalmológicos, a córnea tem uma parcela considerável, realizando o transplante a chance da visão voltar é muito grande. Estamos com uma expectativa boa e com toda estrutura para realizar os procedimentos. Lembrando que não é só realizar a cirurgia, é preciso todo um acompanhamento no pré e no pós operatório, que é essencial”, comenta a médica.

Transplante de córnea: Esperança da visão recuperada

“Fiquei muito feliz, achava que ia demorar, pra gente da família é motivo de alegria, ela se sentia muito mal pela falta de visão, e agora teve essa nova chance, e rápido”, disse, Thaís Ferreira, bisneta da paciente Raimunda Leite, que também estava acompanhada da filha, Marinete Leite.

Paciente Raimunda Leite, 79 anos, procedente de Porto Acre-AC ao lado da família. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

“Me sentido abençoando, pela oportunidade de realizar o transplante, só alegria”, comentou o paciente Auricélio de Souza Lima que trabalha na área da limpeza.

Auricélio de Souza, 44 anos, procedente de Rio Branco-AC. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

“Me sinto tranquilo, estou feliz e aliviado. Tenha fé em Deus que tudo dá certo”, afirma o transplantado José Ribamar do Nascimento, agricultor, que estava ao lado da sobrinha, Maria da Conceição.

Receptor José Ribamar, 64 anos, procedente de Cruzeiro do Sul-AC, Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO