sábado, 13 abril 2024 - 1:29
spot_img

PIB dos municípios avança e Baixo Acre gera 63,2% da riqueza acreana

Em 2021, o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado do Acre foi de R$ 21,37 bilhões, um crescimento em volume de 6,7%, em relação a 2020. Os municípios que mais contribuíram para a economia acreana foram: Rio Branco (51,26%), Cruzeiro do Sul (9,63%), Senador Guiomard (3,65%), Sena Madureira (3,50%), Tarauacá (3,33%), Brasileia (3,21%) e Epitaciolândia (3,02%). Esses sete municípios concentram 78% do PIB do Estado e 74% da população.

Entre as microrregiões, o Baixo Acre contribui com 63,2% do PIB, o que corresponde a R$ 13,5 bilhões. A capital, Rio Branco, é responsável por 81% deste valor (R$ 10,96 bilhões).

Quanto ao PIB per capita, em 2021 a média no Acre foi de R$ 23,5 mil por habitante. Dos 22 municípios, somente nove apresentaram PIB per capita superior à média do estado. Capixaba lidera com R$ 41,7 mil, seguido por Epitaciolândia (R$ 33,9 mil), Senador Guiomard (R$ 33,2 mil), Plácido de Castro (R$ 29,8 mil), Bujari (R$ 28,4 mil) e Rio Branco (R$ 26,1 mil).

Na composição econômica, serviços (excetuando-se a administração pública) é o setor predominante em Rio Branco (54,5%), Cruzeiro do Sul (48,3%) e Epitaciolândia (43,1%). A agropecuária é a principal atividade em Capixaba (68,1%), Bujari (57,0%), Porto Acre (55,9%), Plácido de Castro (53,8%), Senador Guiomard (52,3%), Xapuri (45,9%) e Acrelândia (41,8%). Nos demais municípios, a administração pública é a principal atividade.

Todos os setores apresentaram crescimento em relação ao ano anterior. A agropecuária foi o setor que apresentou o maior crescimento, influenciado sobretudo pelo aumento da produção de grãos e bovinos em Capixaba, Plácido de Castro, Rio Branco, Brasileia e Senador Guimard. No setor de serviços, o comércio foi o principal responsável pelo crescimento em Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Epitaciolândia.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Compartilhe:

spot_img

Notícias relacionadas :

spot_img
spot_img

NÃO DEIXE DE LER

spot_img

VEJA O QUE ACONTECE NO BRASIL E NO MUNDO